Normas de acessibilidade para cadeirantes nos banheiros

Lojista adapte sua loja e promova a acessibilidade e a responsabilidade social

A construção civil possui atualmente uma palavra de ordem: acessibilidade. Por muito tempo cidadãos com algum tipo de deficiência motora ficavam apartados de atividades sociais, pois não haviam projetos que incorporassem em sua essência espaços físicos planejados para o atendimento de suas necessidades. Com a evolução das normas que ajudam a regulamentar a construção civil, o arquiteto que planejar este tipo de espaço deverá consultar a Norma Brasileira ABNT NBR 9050 – que trata da acessibilidade em edificações. Esta acessibilidade faz-se fundamental para um negócio de sucesso. Os banheiros destinados para cadeirantes são orientados pela norma já citada e esta especifica como deve ser feita a acessibilidade em prédios, mobiliário, equipamentos urbanos e espaços. Sua utilização é obrigatória por lei, e a prática destas normas podem ser vistas pelo público geralmente em lojas, empresas, shoppings, praças e prédios públicos.

Acompanhe as principais adaptações que o banheiro deverá ter em sua estrutura:

  • Porta de entrada deverá ter 90 cm de vão, sua abertura é orientada para fora, com uma chapa de laminado plástico colada na parte inferior e um puxador horizontal na altura da maçaneta da porta;
  • Altura mínima do vaso sanitário deverá ser de 46 cm – não considerando no cálculo o assento;
  • Colocação de barras horizontais de 90 cm para auxiliar na transferência para o vaso sanitário, tendo altura do chão de 76 cm;
  • Piso antiderrapante;
  • Local para manobra do cadeirante no interior do banheiro;
  • Lavatório na altura de 75 cm, sem coluna, para a acomodação do cadeirante;

As normas da ABNT são colocadas em prática através da aplicação lei 4.781/2008. Lojista fique atento! A aplicação destas normas é fundamental para os portadores de deficiências físicas e essencial para que o direito de todos seja preservado. As adaptações de lojas e estabelecimentos comerciais farão a diferença para todo o grupo, a acessibilidade é o meio por onde a integração social conquista seu espaço.

FONTE: http://www.monteseuprojeto.com.br/normas-de-acessibilidade-para-cadeirantes-nos-banheiros/

9 comentários sobre “Normas de acessibilidade para cadeirantes nos banheiros

  1. Minha dúvida está – em comércios Delivery – entrega a domícilio – e obrigada pela NBR 9050 existir banheira de acessibilidade.
    grata
    Fico no aguardo da resposta
    Bia

  2. Tenho uma dúvida minha loja tem 16,84 mt vendo roupa , esgotou -se as maneiras de tentar fazer rampas de acessibilidade na mesma devido a estrutura da casa que fica em cima da mesma, essa loja foi aberta em 2010 e foi autorizada pela prefeitura com alvará de funcionamento que valia até 2013, após isso não consegui mas o alvará dessa loja pois a prefeitura exige que eu faça 1 banheiro para cadeirante e rampas na entrada não entendi como autorizaram em 2010 e agora não querem mais me dar o alvará de funcionamento dizem ainda que se eu não conseguir regularizar vou ter que fechar a loja isso é possível, eles podem fazer isso, com uma loja com um espaço tão pequeno contratei um engenheiro e o mesmo ainda não conseguiu regularizar isso.Que providências posso tomar para que não fechem minha loja.

    • Conversamos com alguns clientes de Campinas sobre banheiro acessível, inclusive um coordenador de vendas da Leroy Merlin de Campinas e nenhum soube nos indicar alguma empresa específica. Acredito que o correto seria encontrar um escritório de engenharia para fazer o projeto, com o projeto muitos profissionais poderão ter orientação adequada da construção.

    • Olá Sr. Genilton, A norma NBR 9050 que trata de acessibilidade a edificações, diz em seu escopo a respeito de descargas:

      O acionamento da descarga, quando houver, deve estar a uma altura de 1,00 m do seu eixo ao piso acabado, requerer leve pressão e ser preferencialmente do tipo alavanca ou com mecanismos automáticos. Recomenda-se que a força de acionamento humano seja inferior a 23 N.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.