Caixa Econômica fecha o cerco contra material de construção não certificado.

Desde de 24/04/02 a Caixa Econômica Federal passou a exigir conformidade com as normas técnicas para todos os empreendimentos que usufruíssem de financiamentos do próprio banco ou do BNDES. As normas são estabelecidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A normatização foi feita em conjunto com a ANAMACO (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), SEDU (Secretaria de Desenvolvimento Urbano) e entidades representativas do setor.

Após exigências do Conselho Curador do FGTS, a cobrança ao atendimento das normas passou a ser feito de forma mais contundente desde o mês de setembro do último ano. O empresário que busca financiamento para construção ou comercialização de imóveis construídos com recursos próprios será obrigado a especificar a utilização de material qualificado pelo SiMaC, na alçada do PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat), ou através de certificado emitido pelo Inmetro conhecido como Organismo de Certificação de Produto.

Com essa atitude a Caixa espera diminuir o mau uso de técnicas construtivas e melhorar o nível das construções no país, garantindo empreendimentos de boa qualidade.

A Plastilit é uma empresa que conta com a certificação e, portanto, é totalmente compatível com as exigências de qualidade e garantia o que permite a construção do seu empreendimento com apoio da Caixa Econômica Federal ou BNDES e o ajuda a ter uma obra mais rentável, com excelente qualidade e totalmente normatizada.

Fontes:

http://www1.caixa.gov.br/imprensa/noticias/asp/popup.asp?codigo=900878

http://construcaomercado.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/148/caixa-passa-a-exigir-declaracao-de-conformidade-tecnica-atendimento-300815-1.aspx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.